Ô, diazim manco...

Quando o dia começa manco, pode esperar que os tropeções serão uma constante no decorrer da jornada. É enrosco, topada, chacoalões e embates truculentos... dá nada não... o bom destas empreitadas demoníacas é saber que elas tem fim, dai se pode deitar exausto e pensar - que dia de merda esse!!! - e entregar os ossinhos cansados ao descanso merecido, a-l-i-v-i-a-d-a-m-e-n-t-e...
Postar um comentário