Just friends!

Ontem foi uma noite especial. Numa festinha julhina com meu irmão e dois amigos dele, eu ouvi várias histórias, de quando eles tinham 12 anos, 13, 14, 18, 20 anos... a zona acontecia toda aqui em casa e o pior (ou melhor, no ponto de vista deles) é que essas coisas aconteciam sempre quando eu não estava. felizmente ontem entendi como algumas coisas quebravam ou mudavam de lugar ou apareciam imundas (risosss). Faz um tempinho que sou amiga dos amigos do meu irmão. O fato é que faz 3 semanas que to fazendo uma maratona "Friends" em casa, assistindo a série desde a primeira temporada. A questão é que eu gostaria de ter vivido tais momentos assim, e chegar aos 30 ou 40 anos e ainda ter os mesmos amigos, cheios de histórias pra contar! Pensei: não tenho nenhuma amiga ou amigo da época de colégio... daí lembrei que tenho uma amigona da época do 2° grau, que agora é ensino médio... mas quase não nos vemos. Daí recordo que não tenho melhores amigas de faculdade... mas tenho amigas nutricionistas de outras faculdades, hehehe, mas quase não nos vemos também. Mas o que é mais estranho é que tenho amiga de quando eu tinha 6, 7 anos, que moram aqui pertinho, mas que também quase não vejo. Hoje meu melhor amigo é meu irmão, que há uns 3 anos atrás não era e sinceramente preenche um espaço muito especial e importante pra mim. A questão toda é que quando comecei a ficar triste pensando que não tinha mais amigos do peito eu percebi que na verdade ainda os tenho, mas que por gostar tanto de fazer amigos e a cada dia ter um a mais, sobra pouco tempo pros outros, não é mesmo? E todos eles certamente têm muitas histórias pra contar! por isso, e por 20 de julho ter sido o dia do amigo, eu deixo aqui minha homenagem aos meus grandes amigos, aos novos, aos antigos, ainda que tenhamos convivido por tão pouco tempo, ou àqueles que estão aqui pertinho todos os dias, mas que fazem do meu livro da vida ser muito mais feliz de ser recordado. Foi um parágrafo longo, eu sei... mas Amigo é pra essas coisas, inclusive ler um monte de coisas escritas que nem a gente entende... Amo vocês!
Postar um comentário