De dia

Preciso desesperadamente manter minhas pálpebras abertas, mas não consigo. A cada dois ou três minutos ela me vence e permanece fechada por alguns segundos. Ah, que segundos maravilhosos! Uma sensação boa invade meu corpo. Queria deitar e dormir por horas seguidas, mas um solavanco brusco me traz de volta ao mundo dos vivos. Onde é que eu estava mesmo? Ah sim, voltemos ao trabalho.
Postar um comentário