A imponente máquina de Xerox

É incrível como em qualquer grupo sempre tem alguém (ou algo) imponente. Por exemplo: no grupo animal, o elefante é o imponente entre os outros; no grupo de humanos, o homem mais imponente do mundo é o imponente entre os outros; e no grupo da tecnologia não é diferente. Quando foi lançado, o computador era gigantesco. Hoje, é uma máquina que cabe no bolso. O celular, há uns dez anos mal cabia na palma da mão. Hoje cabem cinco. Já a máquina de Xerox, não. Ela continua lá, imponente como sempre. Desde que foi criada, é um trambolhão gigantesco que vive a soltar papéis iguais. É isso aí, máquina de Xerox. Nós te amamos!
Postar um comentário