A ordem natural das coisas III

Você lê livros de auto-ajuda para terceiros. Confesse. O que você quer mesmo é ter tiradas e ditos filosóficos para usar na mesa de um bar, enquanto sorve álcool para esquecer dos seus próprios problemas. Você quer impressionar os outros com conselhos que não seguiria, só para ser conhecido como o psicólogo da sua turma, mesmo sem saber o que dizia Freud, Lacan ou Jung. Lá dentro, você sabe, ainda povoam perversões, transtornos, obsessões e desejos invertidos - daqueles que você teria vergonha de falar ao padre durante a confissão depois da missa de domingo. Você lê livros de auto-ajuda para terceiros. Confesse.
Postar um comentário