provas e palavras

Eu, como Renato Russo, tambem queria provar pra todo mundo que eu nao preciso provar nada pra ninguem. Mas as vezes parece que a vida eh uma provacao sem fim. Volta e meia eu me pego tendo que provar que sou competente, ou honesta, ou inteligente, ou divertida, ou bonita, ou o diabo-a-quatro. Que coisa chata! Me faz pensar em outro texto brilhante, atribuido a Millor Fernandes, que diz que o nivel de stress de uma pessoa eh inversamente proporcional a quantidade de foda-se! que ela fala. Verdade. Tem dias em que tudo o que a gente precisa eh de um pouco mais de foda-se!
Postar um comentário