Ponto, parágrafo

Ponto, parágrafo. É reconfortante saber que quando acaba uma coisa, começa outra. Mas é aterrorizante perceber que para começar essa outra, devemos acabar alguma coisa. As palavras normalmente têm muitos significados, ojalá "renúncia" tivesse permanecido no meu vocabulário somente como aquilo que o Jânio fez para que o povo o chamasse de volta. Mas, hoje, a renúncia está muito mais presente na minha vida do que no passado do Brasil. Bem, seguimos em frente. Agora mesmo eu tenho aqui um parágrafo, quase em branco, pronto para ser escrito. E assim vai, até o ponto final. Ponto, parágrafo.
Postar um comentário